12/10/2015

Resenha: Luxúria Submissa - Mónica Pontes

Título: Luxúria Submissa
Parte I - O Contrato
Autor: Mónica Ponte
Editora: Create Space
Ano: 2015
Páginas: 544
Sinopse: Emily Sloan é a típica rapariga comum, recém formada em Administração. A sua ida para Nova York foi marcada por uma relação abusiva que deixou marcas permanentes. Emily teve direito a uma segunda oportunidade ao aceitar um emprego numa empresa que tem um dono multimilionário, o qual ninguém conhece o rosto. Liam Clark mudará a sua vida, ele está disposto a dar-lhe o mundo em troca da sua completa submissão. Conseguirão eles lutar contra os fantasmas do passado, sem que o presente não se aperceba? Um romance erótico, quente e recheado de jogos perversos, controle, paixão e obsessão.




Emily Sloan acabou de se formar na faculdade e se mudou para Nova York, onde mora com sua melhor amiga. Sem emprego, não fala com os pais a alguns meses e acabou de ter um relacionamento totalmente abusivo com o cara mais perigoso que conheceu, Dominic. A vida de Emily não era nenhum conto de fadas até que um dia foi chamada para uma entrevista numa grande empresa. O dono desta empresa é um cara super misterioso, o qual ninguém nunca viu. Este emprego virará a vida de Emily de cabeça para baixo a partir do momento em que coloca seus pés no saguão, pois Liam Clark se interessou por ela e uma explosiva e sexy relação terá inicio. 

Quem me conhece pode estar pensando "Mas Nath outro erótico? Você não gosta." É, mas sou brasileira e não desisto nunca. E ainda bem que não desisto, porque tive uma relação de amor e ódio muito prazerosa com essa história. 


Primeiro foi um experiência interessante porque a autora é de Portugal, então mesmo que a língua seja a mesma, é muito diferente os termos e expressões. Foi o primeiro livro português que eu li e foi bem legal. A escrita da Mónica é ágil e descritiva o suficiente. Acreditem ou não, pra um livro erótico, há poucas cenas de sexo se comparado com outros livros do gênero, e a Mónica as descreve de uma maneira muito boa, não é um sexo totalmente forçado nem apelativo. AMEI ISSO! Não sou nenhuma puritana, mas normalmente desgosto dos livros eróticos pelo palavreado totalmente esdruxulo e forçado, mas a Mónica fugiu um pouco disso. Ponto super positivo.


"- Eu preciso de ti Baby, és a única pessoa capaz de me ajudar, não me afastes de ti por favor."

A história tem sim aquela coisa da "obsessão" a primeira vista que normalmente não é minha situação preferida, e confesso que num primeiro momento achei que o Liam era louco/psicopata, mas com o passar do livro e sabendo da história do Liam, até que vi sentido nesse desejo todo pela Emily. 
Falando nos dois, casalzinho complicado.
O Liam é o cara gostosão, bilionário e lindo que toda mulher quer ter. Óbvio que nem todas conseguem. Apesar de ser durão e as vezes até meio insensível, ele consegue sim conquistar nossa simpatia, até mesmo por sua história. O cara passou por um bocado de coisa por conta da vida que leva.
Já Emily não conseguiu me conquistar nenhum pouco, eu só quero pegar a cabeça dela e tacar na parede. Burra, burra e burra. Ai que ódio eu fiquei dela o livro todo! Ela sabe que está botando a vida das pessoas que ama em perigo, o Liam pediu pra ela ser sincera e ela faz o que? Mente na cara dura porque ainda não está pronta pra "falar sobre o assunto" e admitir o seu passado. Me poupeeeeee. Idiota. Ai que raiva. A única coisa boa que vi nela é que de alguma maneira ela está ajudando o Liam a melhorar.
Os personagens secundários também são interessantes, o que mais gostei foi de Ben, irmão de Liam. 

A história aborda o universo BDSM mas não é nenhum 50 Tons de Cinza, não. Temos a coisa do dominador, submissa, contratos e etc., mas somente temos um vislumbre desse mundo. No segundo livro creio eu que isso será mais abordado. 

Se tem mesmo alguma coisa que não gostei na história foram as atitudes de Emily que me tiraram do sério (duvido muito eu conseguir gostar dela), a amiga dela que as vezes me pareceu muito forçada, uma cena que eu achei bem nojentinha e a falta de respostas. Ta, esse último não foi uma coisa que eu desgostei mas é que me deixou louca! Eu preciso saber quem é o Dominic, como ele consegue saber de tudo, preciso saber se Liam vai amolecer e se entregar a paixão, preciso saber tudo!!!




4 comentários:

  1. Oi Nath!

    É... tbm sou meio que do contra sabe? Mas só alguns dos eróticos que li, me decepcionaram, a maioria eu até gostei! hehehehehe

    Não conhecia o livro nem a autora, quem sabe um dia neh?

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Confesso que lendo sinopse me lembrou de alguns outros livros hot que já li e não me despertou nenhum interesse em ler. Porém sua resenha mudou um pouco meu modo de ver o livro, acredito que gostarei muito apesar de Emily que pelo jeito eu tbm não vou gostar...rsrsrs.
    Bjos e sucesso.

    ResponderExcluir
  3. Como eu já disse milhões de vezes aqui no blog, eu não tenho um pingo de vontade de ler romance erótico. Vendo que o livro não tem nenhuma apelação, eu até que daria uma chance em lê-lo, porém, todavia, entretanto, eu não acho que é uma boa hora para eu ler o livro. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  4. Natália!
    Gosto dos livros eróticos e com trechos de sexo.
    E me atraiu também ser uma escritora portuguesa, porque afinal, romance é no mundo todo, né?
    Achei bem intrigante por ter trechos de BDSM.
    “Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.”(Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)