03/07/2017

Resenha: Morte Lenta - Matthew FitzSimmons

Título: Morte Lenta
Autor(a): Matthew Fitzsimmons
Gênero: Suspense, mistério, investigação
Editora: Faro Editorial
Ano: 2017
Páginas: 320
Compre: Amazon - Saraiva
Sinopse: Dez anos atrás, Suzanne, uma garota de 14 anos, simplesmente desapareceu sem deixar qualquer vestígio. Filha do então senador Benjamin Lombard, agora poderoso vice-presidente dos EUA, o caso continua sem solução e se transformou numa obsessão nacional.
Para Gibson Vaughn, renomado hacker e mariner, trata-se de uma perda pessoal. Suzanne era como uma irmã para ele. No décimo aniversário do desaparecimento da garota, o ex-chefe de segurança de Benjamin Lombard pede a ajuda de Gibson para realizar uma investigação secreta e entrega a ele novas pistas.
Assombrado por memórias trágicas daqueles dias, Gibson acredita ter agora a chance de descobrir o que realmente aconteceu. Utilizando as suas habilidades, já em suas primeiras pesquisas descobre uma rede de múltiplas conspirações em torno da família Lombard e se depara com adversários poderosos – e perigosos – que farão qualquer coisa para silenciá-lo. Ao mexer no vespeiro, novas informações e personagens vêm à tona, a identidade de Gibson é revelada, tornando-o igualmente vulnerável.
E enquanto navega por essa teia perigosa de fatos, ele precisa estar sempre um passo à frente se quiser descobrir a verdade… e se manter vivo.


A sinopse acima resume bem a história mas vamos lá. Suzanne, filha do senador e agora vice-presidente Benjamin Lombard, desapareceu 10 anos atrás e ninguém sabe o que aconteceu. O caso foi revisado inúmeras vezes nos últimos anos e a impressa não consegue largar o fato. Gibson Vaughn, um amigo da família e que tinha Suzanne como uma irmã, não aguenta mais esse enfoque no caso mesmo depois de tanto tempo, é doloroso continuar sem saber o que aconteceu com sua Ursa. Agora, no décimo aniversário do desaparecimento, George Abe, o antigo chefe de segurança do vice-presidente surge com uma proposta para Gibson: achar Suzanne.

Usando tudo o que aprendeu como hacker e seu poderoso instinto, Gibson se unirá a equipe de George para seguir os rastros deixados pela garota e as novas pistas que surgiram recentemente, aparentemente deixadas por seu sequestrador.
A esperança machuca e pode tudo ser em vão, mas e se Suzanne ainda estiver viva? Gibson precisa descobrir para se sentir bem outra vez.

Morte Lenta é um livro de suspense com todas as características necessárias para ser uma história instigante e proporcionar a diversão que procuramos na leitura. A escrita de Matthew é ágil e as páginas vão sendo viradas sem o leitor notar, mesmo que num primeiro momento o tamanho do livro ou da fonte um pouco menor assustem. É impossível não se sentir atraído com todo o mistério ao redor do desaparecimento de Suzanne, e o autor consegue segurar muito bem o leitor ao dar pequenas dicas ao longo da história. 

Lá pela segunda ou terceira parte do livro um leitor aficionado pelo gênero e acostumado com mistérios pode suspeitar do vilão da história, assim como eu suspeitei, porém, não é exatamente fácil de descobrir tudo e eu me vi surpresa com algumas revelações. Matthew conseguiu montar uma trama bem feita, amarrando todos os pontos para que tudo fizesse sentido no final. 

Os personagens são carismáticos e é fácil gostar deles, principalmente do principal, Gibson. Ele é um homem atormentado não só pelo desaparecimento de Suzanne mas por vários acontecimentos anteriores em sua vida, desde tragédias a crimes. Ele foi um hacker famoso e hoje é um pai que luta para conseguir um emprego. Seus fantasmas não o abandonam, mas nem por isso ele é uma pessoa ruim ou melancólica. Gibson é esperto, ágil, leal e tem um senso de justiça interessante. 

Minha única ressalva é que senti algumas pontinhas soltas no final. A trama foi perfeitamente solucionada e fechada, mas o destino de alguns personagens ficaram sem solução. Aparentemente o autor fará uma série com Gibson como personagem principal, mas ainda não sei se será uma série em que cada volume traz uma história ou se será um coisa contínua. Diante dessa dúvida, sinto que o autor poderia dar um final mais fechado para os personagens. 

A edição da Faro Editorial está impecável como sempre. Revisão ótima, boa qualidade no material do livro e uma capa com detalhes lindos. Nunca tenho o que reclamar quanto a isso. 

Adoraria ler outros livros com o Gibson e espero que o autor não demore a escrever mais histórias. É um livro muito recomendado para todos os fãs do gênero e quem quer se aventurar. 

2 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Nathalia! Amei. Eu só leria este título por causa da sua resenha rsrs


    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  2. Nath, não sou muito fã de suspense e mistério, se eu pegar para ler um livro assim tenho que começar e terminar no mesmo dia porque fico apreensiva para descobrir quem é o vilão da trama. E agora, com sua resenha, fiquei muito curiosa para poder ler "Morte Lenta", parece ser uma história de mistério e suspense surpreendente, que dá gosto de ler e de tentar desvendar quem é o vilão da história. E 10 anos de desaparecimento? Até me lembrou do caso da Madeleine.
    Com certeza fiquei curiosa com o livro, mesmo com algumas ressalvas feitas por você.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)