31/07/2017

Resenha: Fuck Love - Tarryn Fisher

Título: Fuck Love
Autor(a): Tarryn Fisher
Gênero: Romance
Editora: Faro Editorial
Ano: 2017
Páginas: 2017
Páginas: 288
Compre: Amazon - Saraiva
Sinopse: Helena Conway se apaixonou. Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo.Kit Isley é o oposto dela desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito... se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz... Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente. Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela, todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas. Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.

Fuck Love é mais uma história de um amor louco e que talvez desafie as barreiras da moralidade. Começo a achar que a autora é incapaz de escrever um romance água com açúcar, e graças a Deus por isso!

Helena e Della são melhores amigas. As duas namoram Neil e Kit, respectivamente. Tanto as duas garotas quanto os dois garotos, são completamente opostos entre si. Helena é uma futura contadora, desajeitada, até mesmo reservada, sem nenhum talento muito especial. Della é chamativa, gosta da atenção e de ser a melhor. Neil é reservado como Helena, um tanto chato. E Kit é um artista, espontâneo, desencanado de tudo. Personagens tão diferentes mas que se dão bem entre si.
A vida dos casais ia bem, até que Helena se vê perdidamente apaixonada por Kit! Sem saber o porquê ou o que fazer, Helena se vê dividida entre ser leal a sua melhor amiga ou correr atrás do seu amor. Entre altos e baixos, essa paixão vai render muitos problemas e muitas mudanças.

Nem só de romance vive Fuck Love, o livro também traz uma jornada de autodescoberta. Helena não só se apaixona por Kit, através dele, ela se apaixona pela arte da vida. De uma jovem sem grandes pretensões e amores no começo da história, Helena se torna uma mulher mais decidida, que busca novos ares, cria sonhos e expectativas. Graças a uma louca paixão, Helena descobre quem ela realmente é e oque ela realmente quer. Não é só a história da paixão proibida de Helena, é a história da Helena aprendendo a se amar. Ponto para o livro.


Quanto a essa paixão arrebatadora que surge, ela nos concede boas doses de cenas engraçadas e momentos absurdos. É claro que ficamos do lado de Helena, seu jeito desastrado e maluco nos conquista, e ela e Kit parecem formar o casal mais bonito da face da Terra. Mas aí entra aquela pulga atrás da orelha: vale tudo pra conquistar o seu amor? Será que destruir uma amizade de anos compensa pra isso? Mesmo a paixão sendo recíproca, acontecem tantas coisas na história que esses questionamentos não podem ser deixados de lados.

A história vicia desde o começo, isso é inegável. Tarryn Fisher escreve muito bem e é perita em agarrar o leitor de jeito. É impossível largar o livro! Os detalhamento necessário, os diálogos interessantes, os pensamentos inspiradores, ela acerta em tudo!

O casal principal encanta e o cenário também. A busca pelo seu eu interior de Helena dá um toque mágico as coisas. Se não dei 5 estrelas para essa história é porque em algum momento senti que a autora perdeu a mão, infelizmente. O final não me foi tão satisfatória assim, mesmo que tenha sido o esperado. Parece que faltou alguma coisa. Em compensação, também sobrou alguma coisa - a autora insere um personagem no final do livro que pra mim, não teve nem pé nem cabeça sua existência. Apesar de ser um livro de ótima qualidade, não me vi encantada como aconteceu com a trilogia de Amor e Mentiras, mas me vi viciada sim.

A edição da Faro Editorial é linda como sempre, a cada início de capítulo a detalhes lindos e a capa é maravilhosa. Pela primeira vez achei alguns errinhos bobos de revisão mas nada que desmereça o livro.

Um comentário:

  1. Oi, estou lendo este livro e gostando muito, gostei do teu comentário na resenha sobre a autora escrever tão bem e ser uma "perita em agarrar o leitor de jeito". Realmente, é bem isso. E, de fato, é impossível largar o livro, você vai lendo e querendo sempre mais.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)