15/01/2016

Resenha: O Homem Perfeito - Vanessa Bosso

Título: O Homem Perfeito
Autor: Vanessa Bosso
Editora: Novas Páginas/Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 224
Sinopse: Melina teve alguns relacionamentos ruins, outros péssimos...
Mesmo assim, ela não desiste: um dia ainda vai encontrar alguém que a complete e que entenda algumas manias fofas que ela tem como comprar mais sapatos do que pode guardar ou tomar uma multa ou outra por excesso de velocidade. Ela faz a sua parte escrevendo um pedido ao universo, no qual descreve esse ser incrível nos mínimos detalhes. Agora é só esperar, certo?
Melina não imagina, porém, que esse presente dos céus já existe, mas foi parar nos braços de uma mulher in-su-por-tá-vel.
O que fazer quando o destino insiste em brincar com a sua paciência?



Melina é uma mulher bonita, determinada, inteligente e que só faz burrada em relação a casos amorosos. Depois do último caso ruim - e que teve uma consequência um tanto grave - Melina decide voltar para sua cidade natal, Paraty, para morar com seu pai e seus avós. 
Azarada que só, desde o começo do percurso de volta para casa Melina já começa a enfrentar pequenos problemas. Também, pudera, carregar quase 300 caixas de sapatos dentro do Lúcifer - que é o nome de seu carro - causa desconfiança em qualquer um! 
Ao chegar em Paraty a única coisa que Melina não esperava era reencontrar seu amor do passado, aquele que ela tentou esquecer durante todos esses anos. E não contente, o destino resolve brincar com essa situação! Seu antigo amor, Bernardo, é tudo o que ela diz querer em um homem mas ele está comprometido e não com qualquer uma, mas com uma megera do passado de Melina também. Além de tudo ainda tem as mágoas e as pendencias com sua mãe. Meu Deus! 

" - O que é seu está guardado e virá no tempo certo, independentemente da velocidade com que você corra. A ansiedade é uma distração inútil, digo isso com propriedade. Desacelere. Acredite em um poder superior. Não estamos sozinhos, alguém olha por nós."

    Esse foi meu primeiro livro terminado em 2016 e posso dizer que foi uma maneira refrescante de começar o ano. O Homem Perfeito é um chick lit adorável, que foi capaz de me encantar e me fazer rir.
    Apesar de para mim a história ser clichê e previsível - e sim, vou ser uma daquelas pessoas chatas e dizer que adivinhei o final, mais precisamente já sabia o que aconteceria no começo do livro -, posso afirmar que foi uma grata surpresa todo o desenvolver da trama. Melina com todo seu desastre, azar e drama é uma personagem muito engraçada e todos ao seu redor são adoráveis e divertidos.  Os personagens que mais me encantaram foram seus avós, que são dois velhinhos fofos, da vontade de apertar! 

    Pra mim, o livro não se tratou só de um romance e sim do amadurecimento de Melina, dos aprendizados que teve no meio do caminho até se tornar uma pessoa mais centrada e correta, sem nunca perder sua personalidade explosiva e sua essência. Melina precisou cair várias vezes para poder se tornar uma pessoa melhor e mais decidida do que quer e isso foi muito bom. 
    Mas o romance também não deixou a desejar, é claro. A história de Bernardo e Melina, apesar de seus altos e baixos (com os baixos sendo culpa da Melina) é muito bonita e o Bernardo é um cara que da pra arrancar suspiros, não pela sua aparência física, mas pelos seus modos e seu ser que são apaixonantes. Médico, amigo, bom moço, preocupado com as pessoas. Não da pra querer coisa melhor né?! Confesso que o tempo todo torci pelo Bernardo e não pela Melina, mesmo que isso englobasse os dois. Ele sofreu um bocado e mereceu mais meu carinho. 

" - E eu, vô? O que eu mereço? - choramingo. 
 - Toda a felicidade do mundo, meu amor."


    A escrita da autora é muito gostosa e você nem vê as páginas passando, quando se dá conta já está no final do livro. É uma escrita moderna e rápida, sem se ater a detalhes enfadonhos mas também sem deixar de fornecer o necessário para visualização da história. Também dou um ponto a mais pra autora pela pesquisa histórica que fez de Paraty, nos fornecendo informações interessantes sobre o lugar. O Homem Perfeito e Vanessa Bosso também são cultura. rs 
    A história é contada em primeira pessoa pela Melina e acho que isso tornou tudo ainda mais engraçado. Ela é toda dramática e fala como se fossemos amigas próximas. 

    A edição do livro está impecável, sem erros, folhas perfeitas para a leitura e detalhes em cada começo de capítulo, que deixaram o livro ainda mais bonito! (Confira esses detalhes aqui). Só a capa que não gostei tanto, pra mim, não conseguiu passar a historia do livro realmente. 

    Eu só não consegui dar cinco estrelas ao livro por conta de um probleminha: a idade dos personagens. Pelas informações dadas, Melina tem em torno de 28 anos mas suas atitudes não condizem com essa idade. Por mais que sua personalidade seja a de uma pessoa explosiva, Melina tem atitudes de uma pessoa bem mais nova, sendo inconsequente e imatura diversas vezes e isso me incomodou muito. Por vezes apagava esse dado da minha mente e lia a história como se ela tivesse lá seus 20 anos para poder aceitar suas atitudes. Isso atrapalhou o livro? Sinceramente não, mas me incomodou sim, porque espero ações condizentes com a idade da pessoa. 
    Mas essa é a unica reclamação que tenho a fazer, de resto, adorei o livro e super indico ele pra quem curte o gênero ou quer um livro pra passar o tempo! 

- O que sente por mim, Mel?
 - Não quero dizer, não posso. 
- Eu quero saber. Eu preciso saber. - Ele me prende em seu olhar torturado. 




11 comentários:

  1. Oi Nath!

    Eu evito chick-lit por isso! As personagens costumam ser tão infantis que me dá desespero! rsrsrsrsrrs
    Infelizmente, mesmo cque vc tenha gostado muito, eu não leria. Não suporto mesmo esse gênero... :/

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nath!
    Foi um livro que me arrancou várias risadas, mas concordo com a falta de maturidade da personagem :/
    beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Estou doida pra ler esse livro curto muito um chick-lit

    ResponderExcluir
  4. Oie, li este livro ano passado e amei a escrita da Vanessa. Na época eu gostei demais da leitura e não foquei muito na parte imatura da persongem, até porque tem gente que é imaturo a vida inteira.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  5. Oie!! Juro que nunca iria ler esse livro pela capa, mas gostei da sua resenha e do que se trata o livro, amo livros assim leves, pode ser que coloque ele na lista de leitura em breve ^^
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi. Conheço a autora, ela é uma fofa, super gentil e simpática. Quanto ao livro, não duvido que seja ótimo, mas não é bem meu estilo literário, então, deixo a dica passar.

    ResponderExcluir
  7. Oi Nathalia.

    Eu tenho um tempo que não leio chick lit, até tenho 4 livros aqui em casa esperando que leia eles. Pela sua resenha, eu fiquei interessada em ler este livro vou colocá-lo na lista de desejados.Gosto de personagens que amadurecem durante a história.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Nathália,

    Pronto já amei a Melina que adora sapatos como eu!! Hahaha Ah! Nathália amo trechos dos livros e você brindou com uns lindos. Sua resenha está uma delícia de ler e reafirmou que tenho que ler logo algo da Vanessa Bosso, acredita que ainda não li nada dela? Além de ter um enredo que parece interessante tem o fato de ter humor. Fiquei realmente curiosa para conhecer a protagonista e com ela a autora.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Naty! Amo chick lit! E você sabe disso neh!! Amei a premissa deste livro e já irei colocar na minha lista! Não conheço a autora... Mas normalmente livros de chick list a personagem principal possui atitudes que não condiz com a sua idade... Mas o que me chama atenção é a forma como o personagem vai crescendo e aprendendo com os seus próprios erros... Pena que isso te chateou um pouco...
    beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Tudo bom?
    Bem que tentei ler esse livro, mas por causa da Melina abandonei, ela é muito imatura para quem tem 28 anos e faz drama de tudo, mas gostei bastante de sua resenha, foi bem sucinta.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá

    Eu ganhei esse livro,mas ainda não li, quanto ao dado da idade que você falou,isso acontece,conheço pessoas de 20 com cabeça de sei lá uns 40 e gente de 30 com cabeça de 15 isso é mais comum do que se imagina,gostei da resenha.


    Bjss

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)