27/08/2015

Resenha: Devoção - J. C. Reed

Título: Devoção
Autor: J. C. Reed
Editora: Única
Ano: 2014
Páginas: 288
Sinopse: Com uma promissora carreira pela frente, Brooke Stewart não é o tipo de pessoa que se envolve em relacionamentos, principalmente em seu trabalho. Entretanto, ao ser enviada para fechar um grande negócio na Itália, ela percebe que uma das peças-chave do seu novo projeto é o cara que ela havia abandonado dias antes em sua cama.
Jett era um homem de negócios. E altamente atraente. Seu sorriso malicioso escondia seus verdadeiros intuitos e seus olhos verdes eram um convite permanente. Sexy e arrogante, um cretino e um estranho, disposto a conseguir tudo o que quer e, desta vez, ele desejava Brooke, não importando o preço a pagar.
Então, quando eles percebem que essa relação pode afetar o mundo dos negócios, surge um contrato...
Perigosamente arriscado. Altamente sexy. Uma relação que não aceitará um “não” como resposta.



Brooke é uma corretora de imóveis, um pouco insatisfeita com sua carreira e que mora com sua melhor amiga, Sylvie, uma baladeira nata que vive metendo as duas em confusões com a bebida. 
Um dia, Brooke é enviada para fazer negócios com o chefe da Mayfield Realties, uma empresa grande do setor imobiliário. Ao chegar no local de encontro, Brooke se depara com Jett, um cara extremamente gostoso, charmoso, viril e tudo mais que você pode dizer de um homem. Logo de cara Brooke sente uma certa atração, mas irritada com o fato de não ter sido o chefão da empresa a comparecer na reunião, Brooke não da bola pra Jett e vai embora. Mal esperava ela, que iria ser demitida do seu emprego para ser contratada pela Mayfield Realties e virar assistente pessoal do chefe e como primeiro serviço, ela teria que acompanha-lo numa viagem de negócios à Itália. 
É claro que a vida prega peças e o chefe de Brooke não é ninguém mais do que Jett! A partir uma história intensa regada a muita atração e sexo começa.

Devoção é o primeiro livro da trilogia de J. C. Reed e tenho que dizer  que finalmente eu curti um livro erótico, não a ponto de morrer de amores, mas foi um pouco melhor do que os outros que li. 

A história basicamente gira em torno da atração sexual entre Jett e Brooke que é extremamente forte e um não consegue desgrudar do outro. É sexo pra mais de metro minha gente. Graças ao bom Deus, até tem uma história de fundo, os personagens tem passados distintos e há todo um jogo de poder por conta da empresa, mas basicamente, sim, é só sexo e pensamentos de "ai, não devo" "ai, não quero" "ai, quero sim, me come" "ai meu Deu, orgasmos". Vocês já estão acostumados comigo né? Tenho uma tendência a satirizar essas coisas porque não gosto hahaha

Em algum momento o livro me lembrou muito 50 tons de cinza e pensei "opa, tira esse negócio da minha frente" mas definitivamente Devoção é melhor. Tem o lance do contrato (que achei super desnecessário) e a Brooke tende a ser bem indecisa mas acaba por aí as semelhanças. 
Senti que faltou um pouco de química entre o casal, a única química que tinha era a sexual e só isso pra mim não basta, quero ver amor na história e não senti isso.
Jett é bem gostosão, arrasador de corações, deus grego da cama e gostei bastante dele. Apesar de toda a fachada forte e sedutora acho que consegui captar momentos de carinho e vulnerabilidade nele. Brooke me irritou na maior parte do tempo, típico. A mulher simplesmente passa 24 horas do dia pensando em transar com o cara, gente, não dá. E a frase "sorriso de fazer cair calcinhas" aparece mais de DEZ vezes na narrativa. Eu li tanto isso que até a minha calcinha caiu!
Só espero que alguém de um calmante pra essa menina nos próximos livros, não aguento mais ela pensando em sexo. 

O livros tem seus momentos fofos e profundos e o final deixa a gente bem tenso, pensando "e agora?", e acho que foi justamente esse final que me fez curtir o livro, me fez querer continuar lendo e descobrir o que mais vai acontecer. Vocês podem estar se perguntando como eu curti o livro sendo que estou reclamando né? Também não sei, só sei que foi assim. UHASUASHUSA

Em breve volto com a resenha do próximo livro, torçam por mim e me desejem paciência! hahaha


10 comentários:

  1. Oi Nath!

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk sempre morro de rir com suas resenhas!
    Bem, nunca tive vontade de ler este livro. Acho a capa muito bonita, mas passei da fase hot, e agora não pretendo, por enquanto, comprar esses livros.
    Mas valeu a dica! ;)

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Eita Nath!
    Até gosto de livros hots, porém com tanta repetição, nem sei como seria. Será que falou criatividade da autora ou foi culpa da tradução?
    A capa é bem sensual.
    “A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.”(Oliver Goldsmith)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Tudo bem? Espero que sim.
    Devo dizer que morri de ri com sua descrição dos pensamentos das protagonistas. Quando me deparo com essas partes da vontade de entrar no livro só para dar uns tabefes no personagem. kkkkkkkk
    Amei sua resenha super envolvente e engraçada. Estou tendo ataques de risos com "a frase "sorriso de fazer cair calcinhas" aparece mais de DEZ vezes na narrativa. Eu li tanto isso que até a minha calcinha caiu!" Serio, estou ficando sem ar aqui kkkkkkkkk
    Parabéns pela resenha, amei amei amei.
    Um grande abraço e até mais.
    >>Dhessy

    ResponderExcluir
  4. Oi Nathalia.

    Eu gosto de ler livros eróticos, mas sempre que posso eu estou intercalando com outros gêneros para não ficar cansativos. Ainda não consegui ler nenhum livro dessa trilogia e tenho um pouco de curiosidade nela. Adorei ler sua resenha.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Sou um pouco suspeita, pois gostei bastante dessa trilogia, rs. No começo também me lembrou um pouco do 50 tons, mas esta série é muito melhor, tem uma história boa no plano de fundo, não apenas o erotismo, por isso eu também gostei tanto. Espero que os próximos te agrade Nath, eu gostei, mas vi umas críticas bem pesadas de alguns blogueiros, mas torço para que você tenha uma boa leitura com os próximos!

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
  6. OIii

    SHUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSAU AI MEUDEUS adorei sua resenha!
    Eu não conhecia esse livro e confesso que não fazia muita questão de ler por que não sou fã do estilo. Eu li 50 tons e até gostei, e não entendo o porque de tanto mimimi em relação a opbra, o que me incomoda é que 90% (a exagerada) dos livros são sempre com a mesma formula, sem nenhuma novidade e com o mesmo enredo chato hahahah.
    sua resenha está mega divertida. Eu gostei!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHA, Nathalia do céu, minha calcinha também caiu com essa resenha, AHAHAHAHAHAH.
    Que expressão é essa? É gíria nova? Tô por fora! :D
    Já li alguns livros que traziam essa questão do patrão e secretária e coisas do tipo e essa mesma história não me atrai mais, no entanto, não posso deixar de levar em conta que o livro conquistou alguém que não gosta de livros do gênero então alguns pontos ele tem que ganhar, né?
    Acho que os autores devem ter mesmo esse cuidado de ao escrever um livro erótico não escrever só sobre sexo porque fica uma história rasa. Nós como leitores sentimos falta de uma história BOA por trás e as demostrações de afeto mais profundo também não vão acabar com a energia sexual do casal, não faz mal mostrar, AHAHAHAH.
    Estou mesmo curiosa pelas próximas resenhas, imagino que vá gostar. É só ter paciência :D

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nathália, tudo bem?
    Estou rindo aqui com a sua resenha, é sério que uma frase como aquela apareceu tantas vezes assim na leitura? Nossa, fala sério, a protagonista devia estar meio desesperada, hein, rsrs.
    Sou toda romântica, mas justamente por prezar mais o emocional dos personagens e ser meio exigente no quesito de ser convencida pelo romance - já desanimei total com alguns -, fugo das leituras eróticas, salvo raríssimas exceções que, na verdade, são New Adults, e mesmo assim exemplos que não tinham tanto a questão física, era mais emocional mesmo - e dos pesados, o que me deixa toda aflita com a leitura, mas gosto assim mesmo, rs. Ainda assim, espero que os volumes seguintes sejam leituras ainda mais melhores que esse primeiro.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi! KKKKKK Adorei a sua resenha! Ri tanto aqui que você nem imagina! "Até a minha calcinha caiu..." kkkkkk Eu não sou muito fã de literatura erótica, mas sua resenha me deixou super curiosa e esse eu vou ler. Parabéns pela resenha, beijos.

    www.eicarolleia.com.br

    ResponderExcluir
  10. Desculpe, mas livros eróticos nunca vai ser minha praia, não me atrai mesmo, prefiro os romances mais antigos mesmo kkkk
    Mas gostei da sua resenha, morrendo de rir da sua relação com os personagens kkkkkk
    Gostei da sua resenha e de seu ponto de vista.


    Nathália Bastos// Biblioteca Lecture

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)