10/04/2015

Resenha: A Vidente - Hannah Howell

Título: A Vidente
Autor: Hannah Howell
Editora: Lua de Papel
Páginas: 222
Sinopse: Estamos no século XVIII, na Inglaterra georgiana. Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é enxergar além da visão física. 
Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar à luz e toda uma trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino... 
Com o passar dos anos, Chloe descobre que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência e nota, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família, num jogo de traições, mentiras e assassinatos. 
Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar enquanto a cada momento tudo fica mais perigoso.

Sabe quando você pega um livro pra ler sem expectativa nenhuma, sem ler a sinopse, sem saber de nada mesmo? Fiz isso com A Vidente e foi a melhor coisa que fiz. Só fui ler a sinopse agora na hora de fazer a resenha e percebi que ela passa a informação se não errada, pelo menos distorcida, mas chega de blalabla e vamos a resenha.

Vários membros da família Wherlocke tem dons dos mais variados tipos. Chloe não foge a regra, ela tem o poder de ver o futuro e de ter premonições, mas ela não possui controle sobre esses dons, as visões vem quando querem. Um dia, ela tem a visão de sua irmã tendo um filho e precisando de ajuda e na mesma visão vê uma trama se desenrolando. A mulher do lorde Julian não quer ter seu herdeiro e para isso, finge que o bebê morreu, trocando ele pelo bebê da irmã de Chloe, que nasce morto. A intenção da mulher do lorde é que seu bebê saudável seja abandonado do lado de uma moribunda para morrer também, mas ela não contava com Chloe, que teve essa visão e no momento da troca estava escondida observando tudo. Chloe então pega o filho do lorde e o cria escondido, até o dia em que lorde Julian consiga enxergar a verdade sobre sua terrível mulher.
Três anos se passam e lorde Julian está se afundando numa vida devassa, regada a bebida, desde que descobriu que sua mulher o traia com outros homens. A desilusão dessa descoberta foi tão grande que ele não liga para mais nada, mal toma conhecimento dos atentados que tem acontecido contra sua vida. Impressionantemente, ele sempre sai vivo de tudo. No entanto, no último atentado quase conseguiram o matar, se não fosse por Chloe, que teve uma visão e conseguiu salvá-lo a tempo. Agora, Julian está escondido na casa do primo de Chloe, Leo Wherlocke, e finalmente vai descobrir toda a verdade sobre sua esposa, seu filho e as pessoas que estão tentando matá-lo e finalmente vai lutar contra eles. No meio de tudo isso, lorde Julian ainda viverá uma bela paixão...

Ok, eu achei esse meu resumo aí em cima péssimo, mas é que eu to tendo dificuldade em não soltar spoiler. Eu gostei TANTO desse livro que quero dividir ele todo com vocês.
Como disse no começo, li A Vidente sem nem saber direito do que se tratava e a surpresa que tive com a história envolvente foi tão grande, logo me vi presa ao livro.
O livro de Hannah tem ação, tem romance, tem cenas engraçadas, tem cenas mais quentes - na medida do possível pra época - tem tudo nesse livro.


Os personagens são cativantes e os vilões são odiosos, do jeito que tem que ser.
Chloe é tão boa, tão inocente, tão sensível, tão destemida, tão brava, tão tudo! Fazia tempo que eu não lia um livro com uma mocinha tão legal. Com a Chloe não tem mimimi, ela sabe o que quer e é corajosa o suficiente pra enfrentar todos os perigos que aparecem, além de se preocupar com as pessoas ao seu redor.
Julian é um cavalheiro apaixonante! Seu ano de devassidão e bebedeira tem um bom motivo então conseguimos relevar isso, assim como a Chloe. Ele é corajoso, é gentil, é amável *suspiro*
Leo Wherlock é uma pessoa misteriosa por conta do seu serviço, também possui um tipo de dom, o que o ajuda muito, e é muito honrado, além de protagonizar grande parte dos diálogos engraçados.

Anthony é uma criança adorável, tem só três anos e é completamente esperto e inteligente o molequinho. Além de ser um pestinha quando quer, sumindo da vista de todos nos momentos mais cruciais. Ele é uma fofura, falando errado e sendo carinhoso.
Beatrice, nossa vilã, é uma mulher desprezível, que só se importa em ter riquezas e acha que sua beleza pode salvá-la de tudo. 

A Vidente foi um livro importante para mim, me tirou de um bloqueio que eu estava tendo para ler bloqueio esse que retornou depois e me divertiu demais, de um jeito que achei que não me divertiria. Não sabia que era um a série e agora que sei quero os outros livros pra já, mesmo que cada livro traga um personagem diferente.
A narrativa é super rápida, em 3° pessoa e com bastante diálogo, do jeitinho que eu gosto <3

Dessa vez não tem quotes porque eu esqueci de marcar :(
Se você tiver a oportunidade de ler esse livro, leia sem medo. Se você não se apaixonar por ele vai pelo menos se distrair por um tempo.




19 comentários:

  1. Eu amo livros que tratam sobre premonições, e esse livro seria ótimo para mim! Além do conteúdo ter me agradado tanto, por envolver uma vidente e uma história repleta de segredos, os personagens parecem mesmo serem bem cativantes, e eu amo livros assim, que deixam o leitor envolvido com os personagens! <3

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha uma ideia de como era o livro devido a sua outra resenha; adorei essa também! Mas, novamente, não sei se leria. A história parece boa, mas a rixa com os "de época é maior" ._.

    Bjs!

    Jhonatan | Leitura Silenciosa
    PARTICIPE DO NOSSO TOP COMENTARISTA E CONCORRA A DOIS LIVROS INCRÍVEIS!

    ResponderExcluir
  3. Li A Intuitiva e A Sensitiva, só me falta esse e o do primo delas pra ler essa série linda e apaixonante da Hannah.

    Nathi, leia os outros também, acho que tu vai gostar muito da A Intuitiva (se não A Sensitiva. Kkkk)
    Esses livros são muito amorzinhos, só não concordo com as capas onde elas são loiras mas na descrição são morenas...

    Enfim, ótima resenha, vou caçar ler esse e o 4° livro. Ainda bem que não precisa seguir ordem.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Já faz um tempo que quero ler essa série, e a sua resenha me fez ficar com mais vontade de comprar para saber da história.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Nath!
    Td bem flor?

    Fiquei curiosa com sua resenha... eu tentei ler este livro mas não consegui, acabei abandonando e depois o troquei, acho que eu não dei a adevida atenção que ele merecia, porque gostei da resenha! kkkkk
    As capas desta série são lindas neh? Muito bem feitas!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  6. Oi, fofa!
    Puxa, você é boa de resenha, viu? Pra mim esse livro nunca me chamaria a atenção, ma isso de previsão do futuro e ação... olha! Acho que vou me apaixonar assim como você.
    Amei a resenha! Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá Nath, tudo bem?
    Não sabia nada sobre esse livro, mas já tinha visto a capa dele em algum lugar, a resenha ficou muito boa, essa especie de premonição, me interessou bastante!!
    Fiquei bastante interessada para ler, porém estou em modo de economia, vou colocar na minha listinha!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  8. Eu já li os quatro primeiros livros da série (não sei se já lançaram outros), mas está não é uma das minhas preferidas de época, não sei porque não me identifiquei com o estilo da autora, mas é uma boa diversão.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro, gostei do tom leve e descontraído que ele tem.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Nathalia.
    A princípio o livro não me interessaria, mas com a sua resenha, me entusiasmei um pouco. Principalmente por causa da protagonista tão forte e destemida. Acho que ela conseguirá me cativar.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  11. Oi xará!
    Quero ler os livros dessa série há séculos, mas sempre que tenho oportunidade de comprá-los, acabo optando por outros e esses vão ficando hahaha
    Fiquei bem empolgada com sua resenha o/
    Beijocas

    ResponderExcluir
  12. Você acredita que várias vezes eu me coloco pondo este livro no carrinho e desisto da compra por medo de ler?1 juro que dou oportunidade para os que eu já queria. Mas obrigada pela resenha me fez sentir mal por julgar o livro tão apressadamente. De qualquer forma, fico feliz que tenha gostado e adoro livros com romances de época.

    Já quero ler.

    ResponderExcluir
  13. Bom, vamos lá. Depois de ler que a sinopse passa uma ideia errada da história eu preferi pular o seu resumo tbm, principalmente pq adoro não ler sinopses, gosto de descobrir do que se trata o livro por conta própria. Bom, já li alguns cap desse livro quando trabalhava em uma livraria e queria muito continuar mas ai passei no concurso publico e parei logo no começo, sim meu maior arrependimento. Desde então morro de vontade de compra-lo e ler e não sei pq ainda não fiz isso. Pelo que você disse dos personagens tenho a impressão que suas personalidades são bem delineadas, adoro quando é assim. Quanto ao bloqueio, estou passando pela mesma situação, li um livro que me ajudou durante uma semana e depois voltou tudo a tona, acho que segundo o horóscopo chinês esse não deve ser um bom ano para leitura para mim (WTF?). Então, acho que vou remediar esse meu atraso em ler esta série e comprar logo os livros, necessito!

    ResponderExcluir
  14. Esse não é o meu tipo de livro, por mais que tenham algumas coisas que considero interessantes, como os dons de certos personagens. A sinopse me pareceu bem focada no local e talz e a capa indica que é mais um romance de época '-'

    ResponderExcluir
  15. Oi flor,
    Não sei bem como seria a estrutura de um livro com premonições, por exemplo, o leitor fica sabendo dos acontecimentos na hora em que a personagem tem a premonição e depois eles se repetem?
    O personagem Anthony deve ser ótimo, adoraria conversar com ele *-*
    Beijo.
    Tá rolando sorteio lá no blog, vem participar --> Choque Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, aqui no caso ela tem as premonições e conta o que ela vê pros que estão com ela, aí depois a gente sabe que aconteceu mas não vê acontecendo. Ou ela tem uma sensação do que vai acontecer mas também não sabe o que é, então fica todo mundo no escuro. Pensando bem, nem são tantas previsões assim no livro, não é nada que tire a graça dos acontecimentos.

      Excluir
  16. Confesso que acho a capa desse livro maravilhosa!
    Na verdade eu nunca tinha lido nenhuma resenha dele, e pelo jeito comecei bem, porque tu já disse o quanto o livro foi surpreendente pra ti. Gosto de ler alguns livros sem nem conhecer a sinopse, é impressionante o quanto isso influencia na leitura. Se surgir uma oportunidade vou ler o livro, sim!

    ResponderExcluir
  17. Natália!
    Não me enganei... desde que vi o lançamento desse livro, fiquei encantada e quero ler.
    Um livro que tem: "O livro de Hannah tem ação, tem romance, tem cenas engraçadas, tem cenas mais quentes - na medida do possível pra época - tem tudo nesse livro.", não pode forma alguma ser ruim e deve ser maravilhoso. Me interesso pelo tema.
    Sem contar que a capa é tudo de bom.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)